Veículos elétricos: a futura tendência mundial

Conteúdo do artigo

Veículos elétricos são veículos de zero emissão por não emitirem quaisquer gases nocivos ou ruídos consideráveis, já que os motores elétricos são bem silenciosos. Os veículos elétricos são divididos nos mais variados tipos, como patinetes e bicicletas, que estão em alta em grandes capitais brasileiras, e carros e ônibus, que agora têm sido a bola da vez quando se trata de novos investimentos no setor.

O primeiro tipo de veículo elétrico é o 100% elétrico, geralmente chamado de BEV (battery electric vehicle), e não usa nenhum outro combustível, além da energia elétrica das baterias. Os veículos elétricos funcionam por meio de uma corrente elétrica através de um sistema de recuperação de energia.

Nesse mecanismo, a bateria armazena a energia elétrica que será utilizada para fazer o carro funcionar, de modo que o inversor converta a corrente elétrica contínua em corrente alternada. Dessa forma, a eletricidade aciona as rodas, fazendo-as girarem e o carro se mover.

Soluções tecnológicas e crescimento das frotas

Veículos desse tipo podem ter um preço mais elevado, mas a manutenção é bem mais barata e não estes emitem gases. É possível carregar a bateria por meio de uma tomada residencial de 120V a 220V, que demora até 20h para ser completa. Há também disponíveis no mercado aparelhos Wallbox, carregadores de parede que completam o carregamento em até 4h. 

Há ainda eletropostos especializados em carregamentos rápidos, que fazem a recarga em cerca de 40 minutos. A quilometragem que o veículo pode fazer a cada recarga varia de carro para carro, dependendo da capacidade da bateria (kWh). Mas, de modo geral, uma recarga pode durar uma média de 200 km a 350 km.

No entanto, a forma mais simples e barata de se implementar capacidade de geração de energia é pela fonte solar: o uso de um sistema fotovoltaico, como é chamado, impede que o consumidor utilize a energia da distribuidora na hora do abastecimento, diminuindo seus custos com a energia elétrica. É eficaz e econômico!

Mundialmente falando, os maiores mercados de carros elétricos são China e Estados Unidos, que já superaram a marca de um milhão de unidades. Estipula-se que  as vendas de veículos elétricos de passeio devem totalizar cerca de 6 milhões de unidades diárias.

E esse crescimento absoluto na totalidade de unidades deve-se a fatores como a melhora da tecnologia e redução de custos de baterias, aceleração da implementação de infraestrutura de recarga, maior variedade de modelos de veículos comercializados e evolução na velocidade de recarregamento. E quando se trata de tecnologia, a gestão de frotas é o que ganha mais evidência.

O que é a gestão de frotas e quais são seus benefícios?

Os sistemas de gestão de frotas tornam possível estipular os custos de combustível, definir uma política de frota de modo pré-determinado, plano de manutenção, previsão de datas e cadastro de cada veículo, além de conter o número de rodagem do veículo e ser possível estipular o custo variável, que é atrelado diretamente ao custo do combustível e de cadastro de abastecimento.

Asmontech: sua solução para gerenciamento de frotas

A Asmontech tem a solução que você precisa para realizar sua gestão de frotas! Aqui você dispõe de planilhas com consumo médio de cada veículo, gráficos de gastos mensais (litros e reais), terá dados mensurados para que metas sejam determinadas, e tudo de modo automatizado.    

A Asmontech vai garantir um alto padrão de qualidade à sua gestão de frotas e fará você constituir parte das estatísticas mundiais!

Compartilhe
Posts relacionados